terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Guarda Municipal deixará de fazer abordagens em Poços de Caldas, MG

Do G1 Sul de Minas

A Guarda Municipal de Poços de Caldas (MG) não poderá mais fazer abordagens a pessoas nas ruas da cidade. O prefeito Eloísio do Carmo Lourenço decretou o fim desse trabalho que é de competência exclusiva da Polícia Militar. O decreto extigue o Romu (Ronda Ostensiva Municipal), responsável pelas abordagens.
Além do combate ao tráfico de drogas, o grupo também atuava em ocorrências de roubos e furtos a patrimônios públicos. Somente em 2011, o Romu atendeu 1,4 mil ocorrências. No ano passado, esse número saltou para 2,5 mil ocorrências.
Com a extinção, os guardas municipais que trabalhavam no Romu vão voltar à antiga função de vigias de prédios públicos. Em caso de irregularidades, a partir de agora, a orientação será acionar a Polícia Militar.

http://g1.globo.com/mg/sul-de-minas/noticia/2013/01/guarda-municipal-deixara-de-fazer-abordagens-em-pocos-de-caldas-mg.htmll

Um comentário:

  1. prefeito retrógrado. Não ajuda em nada a população.

    ResponderExcluir